quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Pöyry desenvolve programa global para promover casos de sucesso dos clientes

Objetivo é enaltecer os benefícios que os projetos de engenharia e consultoria desenvolvidos pela empresa agregaram ao dia a dia das pessoas

A Pöyry, multinacional finlandesa de consultoria e serviços de engenharia, criou um modelo de divulgação de casos de sucesso que foge do convencional adotado pelas empresas de seu mercado, nos quais são enfatizados aspectos técnicos do serviço prestado. Batizado de Client Success Stories (www.poyry.com/clientsuccess), o programa institucional tem como proposta fomentar os cases dos clientes da empresa ao redor do mundo, destacando como os projetos de consultoria e engenharia transformaram o cotidiano das pessoas que vivem no seu entorno, proporcionando desenvolvimento econômico e social.
“Além de sempre olhar o que podemos fazer pelo cliente, temos também que observar e valorizar o que o projeto traz de benefícios para a comunidade e de que forma afeta a vida das pessoas”, comenta Marcelo Cordaro, presidente da Pöyry.
“O objetivo principal dessa ação é, por meio da promoção das melhores histórias de sucesso dos clientes, explicar para nossos públicos os benefícios que o projeto trouxe para os usuários finais”, acrescenta a coordenadora de comunicação da Pöyry, Julia Salce. Outro aspecto importante do Client Success Stories é mostrar os desafios do empreendimento e como a Pöyry ajudou a solucioná-los.
Exemplos que evidenciam bem a contribuição da Pöyry são os projetos que desenvolveu para empresas do setor de celulose em Três Lagoas (MS). A implantação das fábricas da Fibria e da Eldorado foi a principal responsável pelo desenvolvimento socioeconômico da cidade, contribuindo fortemente para o aumento da arrecadação de impostos, a formação de mão de obra local e a melhoria da renda da população.

O programa Client Success Stories Global visa dar visiblidade aos projetos relevantes da Pöyry em todas as áreas nas quais a empresa atua: consultoria de gestão, energia, indústria florestal, indústria química e biorrefinamento, minério e metais, transportes, água e bens imóveis

Nenhum comentário:

Postar um comentário