quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Alimentos capazes de turbinar o seu cérebro

Você já parou para pensar que tudo aquilo que você come pode exercer uma grande influência sobre o seu cérebro?
Entre os jovens, é possível notar facilmente os benefícios que os nutrientes presentes em certos alimentos podem trazer para os estudos. Para tanto, as vantagens não se resumem apenas aos mais novos e podem ser desfrutadas por pessoas de todas as idades.
Então, para manter o seu cérebro sempre ligado, melhorar sua disposição e turbinar seu raciocínio, confira uma lista de alimentos que não podem faltar no seu prato.
Pimenta:

Uma “dose” de pimenta na sua alimentação é o suficiente para aumentar sua atenção na véspera de uma prova ou exame importante. A vantagem é que o consumo de pimenta – de preferência as mais fortes – não resulta na ansiedade e na insônia que costumam acompanhar a ingestão de café.
Elas também contêm altas concentrações de vitamina C, que são fundamentais para o funcionamento das células nervosas. Um estudo publicado recentemente no periódico Human and Clinical Nutrition ainda mostrou que o consumo de frutas ricas em vitamina C durante seis semanas é ainda capaz de melhorar consideravelmente o humor das pessoas.

Semente de cânhamo
As sementes de cânhamo podem ser ótimas aliadas do cérebro, pois são ricas em ácido alfa-linolênico (ALA).
Essa é uma substância importante na produção das membranas das células do cérebro, além de sua ação nas bainhas de mielina, o que acelera a transmissão de sinais e impulsos nervosos. Outros alimentos, como a chia, a linhaça e as nozes também são fontes de ALA.

Batata
O cérebro de um adulto consume aproximadamente 20% da energia obtida através da alimentação ao longo de um dia. Quando se trata das crianças, essa porcentagem é ainda maior! Por esse motivo, manter os níveis de glicose no sangue estáveis significa mandar energia constantemente para o cérebro.
Por esse motivo, alimentos ricos em amidos – como batatas cozidas – são uma fonte lenta e estável de energia, já que os carboidratos que eles contêm são absorvidos pelo organismo mais lentamente do que os açúcares comuns.

Semente de abóbora
O benefício dessas sementes está no ferro, que é uma substância importante para que ocorra o transporte adequado de oxigênio do sangue. Sem a presença do ferro no organismo, a oxigenação do cérebro fica comprometida, afetando também a produção de neurotransmissores.
Alguns dos sintomas da falta de ferro são irritabilidade, problemas de concentração e perda de memória. Uma deficiência de ferro no tálamo – uma importante região do cérebro – pode contribuir para o surgimento de déficit de atenção e hiperatividade.

Amêndoas
As amêndoas contém uma grande dose de vitamina E, substância fundamental para combater os efeitos do envelhecimento no cérebro. O nutriente também é importante para a cognição – processo mental que inclui a atenção, memória, aprendizado e outras funções cerebrais.
Em um experimento, a  vitamina E pode prevenir danos cerebrais e minimizar dificuldades no aprendizado depois de traumas sofridos no cérebro.

Sal Iodado
Para prevenir uma série de doenças, boa parte do sal produzido atualmente no mundo contém iodo. A substância é importante para controlar a produção de hormônios na tireoide, já que a deficiência de iodo em adultos pode causar o surgimento de bócio, que é o aumento inadequado do volume da tireoide.

Pessoas que sofrem dessa doença podem apresentar problemas mentais e falhas no desenvolvimento físico. É sempre recomendável adicionar um pouco de sal iodado às suas preparações, tomando o devido cuidado para não exagerar, claro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário