segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Mais cocriação e menos hierarquia: trabalho no futuro será redefinido

Nos próximos anos, haverá mais tecnologia e valorização das competências sociais e interpessoais
Maíra Amorim
Menos hierarquia, mais cocriação e colaboração. Menos empregados, mais empreendedores. Menos rigidez, mais multidisciplinaridade. Essas são algumas das tendências apontadas por especialistas ouvidos pelo Boa Chance para o futuro do trabalho nos próximos dez a 20 anos. Tudo permeado por tecnologia, cada vez mais tecnologia, em suas diversas formas, direta ou indiretamente.
Nas próximas duas ou três décadas haverá também mudança significativa na produção, com a generalização de impressoras 3D e máquinas de corte computadorizado. Muitos produtos serão feitos pelas próprias pessoas em vez de serem comprados. E haverá mais peer-production (produção colaborativa). Muitos serviços também serão prestados cada vez mais em rede — acredita Augusto de Franco, especialista em redes sociais e criador do Escola de Redes.
Para Adalberto Cardoso, sociólogo e diretor do Instituto de Estudo Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a tecnologia da informação transforma o trabalho e suas relações de três formas principais:
— Tem muita coisa acontecendo, e em muitas direções. Há ocupações que foram substituídas pelas máquinas, outras que têm seu conteúdo transformado por elas e há, ainda, novas ocupações que surgem por conta das novas tecnologias — destaca Cardoso, acentuando que, daqui para a frente, a tendência que mais deve ocorrer é a mudança de conteúdo de carreiras que já existem. — Não houve uma só ocupação que não tenha sido afetada pelas novas tecnologias.
Segundo Marco Túlio Zanini, professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).
— A competência vai se sobrepor ao cargo: o cargo em si tende a desaparecer, a não ser em indústrias muito tradicionais, mais orientadas por processos. Mas o que a gente percebe é uma orientação grande para profissões que estarão baseadas em competências, unindo tecnologia com aplicação intensiva do conhecimento. As profissões vão trabalhar muito mais as competências sociais e interpessoais.

Quer saber mais, acesse http://oglobo.globo.com/emprego/mais-cocriacao-menos-hierarquia-trabalho-no-futuro-sera-redefinido-9865665

Nenhum comentário:

Postar um comentário