segunda-feira, 15 de julho de 2013

UERJ vai investir R$ 40 milhões em Campus em Volta Redonda

 O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca, e o reitor da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), Ricardo Vieiralves, se reuniram nesta sexta-feira (dia 5) com o prefeito Antônio Francisco Neto, no Gabinete do prefeito, para confirmar a implantação da Universidade de Saúde do Médio Paraíba em Volta Redonda, ao lado do Hospital Regional do Médio Paraíba, que está em fase final de construção, no bairro Roma. No encontro, Tutuca também anunciou a ampliação do número de cursos da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro) – com investimentos de R$ 5,7 milhões, em convênio com a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), além de outros R$ 3,7 milhões que serão aplicados na ampliação do complexo da Faetec no Volta Grande - e do pólo Cederj (Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro) em Volta Redonda, com a possibilidade da criação de um novo pólo, mais amplo, na cidade. 
        
        Além de Tutuca e Vieiralves, participaram da reunião com o prefeito o vice-reitor da Uerj, Paulo Roberto Volpato Dias; o presidente da Faetec, Celso Pansera; o presidente do Cederj, Carlos Eduardo Bielschowsky; o presidente da Fevre, José Luiz de Sá; a secretária municipal de Saúde, Suely Pinto; o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Jessé de Hollanda Cordeiro Junior; o deputado  estadual Nelson Gonçalves, entre outros.
        
        “Nós viemos com quase toda a nossa equipe para anunciar a expansão do ensino superior e do ensino técnico no município, além de uma iniciativa complementar ao Hospital Regional, a Universidade de Saúde do Médio Paraíba”, afirmou Tutuca. “Nós agradecemos muito o empenho de todos, e a intervenção do secretário Tutuca neste processo. Na verdade, é um grande sonho de toda a nossa região essa universidade”, disse o prefeito Neto. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico lembrou que a busca pela instalação de uma universidade pública de Saúde – em conjunto com o Hospital Regional – começou em 2009. “Com a vinda do Hospital Regional, pensamos em iniciativas para formar mão de obra na região. Nós reunimos os prefeitos que formam o Cismepa (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba) e buscamos trazer a universidade pública de Saúde. A região é muito bem servida de estruturas de saúde – hospitais, postos de saúde, policlínicas – mas a formação de mão de obra para essa estrutura é toda privada”, disse Jessé.   
        
        O reitor da Uerj afirmou que a formação de recursos humanos para a área de Saúde se tornou uma prioridade para o Governo Federal, e a parceria com o Hospital Regional torna a implantação da Universidade de Saúde do Médio Paraíba uma oportunidade única.
        

Nenhum comentário:

Postar um comentário