quarta-feira, 10 de julho de 2013

Educação com tecnologia

Ferramentas modernas ajudam no ensino, além de promover interatividade e atualização constante inserir o olho

Acompanhando as tendências mundiais, a universidade precisa se modernizar para agradar estudantes cada vez mais conectados e tecnológicos. Novas ferramentas ajudam a manter o aluno interessado e são muito eficazes na transmissão de conteúdo cada vez mais atualizado e interativo.
A Estácio está de olho nessa tendência. Foi pioneira em oferecer gratuitamente, desde 2011, tablets com o material didático para seus alunos. No Rio de Janeiro, o pequeno computador portátil é entregue atualmente para os cursos de Direito, todas as Engenharias, Arquitetura, Gastronomia e Hotelaria.
A incursão no mundo tecnológico não parou por aí. Em outubro do ano passado,a universidade lançou a Didática, um aplicativo para tablets que cria uma rede de compartilhamento de estudo e conteúdos acadêmicos entre alunos e professores.
Uma vez na rede, o material pode ser enriquecido por todos os estudantes da rede com comentários, inserção denotas multicoloridas, links, vídeos, marcação de página e de texto, entre outras funcionalidades. Com um clique, o aluno escolhe a disciplina e um livro do seu material didático para interagir com o conteúdo da forma que preferir ou utilizar buscas.
Para os alunos que quiserem disponibilizar o material apenas para um grupo, há o ícone “dica”, que restringirá o acesso ao conteúdo. Ou seja, ele tem acesso a material exclusivo, de grupos e de todos os alunos. O estudante também pode receber a dica do professor, para ter acesso às suas marcações e avaliar o conteúdo. O projeto da Didática foi desenvolvido em parceria com o Instituto Eldorado, de Campinas (SP),e recebeu um investimento de R$1milhão.
Além de todos esses recursos, os estudantes da Estácio também podem contar com uma Biblioteca Virtual, onde são disponibilizados centenas de títulos para os alunos 24hpor diana internet.
Prova máxima de que a tecnologia pode ser uma grande aliada da educação é que cada vez mais estudantes optam pelos cursos de Ensino à Distância (EAD), nos quais as aulas são ministradas pela Internet. De acordo com o relatório Manual do Ensino à Distância no Brasil, realizado no ano passado, pela HSBC Global Research, até 2022, cerca de 1,2 milhão de alunos devem estar matriculados em cursos privados de EAD — o que corresponderia a 16% do total de matrículas no mercado e um crescimento médio anual de 3,8%até lá.
O diploma recebido com a EAD é igual ao da graduação presencial,e validado pelo MEC. O aluno dessa modalidade tem a vantagem de ter acesso a vários canais de apoio para o estudo, em vez de só contar coma ajudado professor. A presença costuma ser controlada por exercícios, participação em fóruns e atividades na Internet. Na Estácio, as provas são presenciais e as aulas ficam à disposição para o aluno assistir quando e quantas vezes quiser.


Nenhum comentário:

Postar um comentário