segunda-feira, 3 de junho de 2013

Uerj sobe 20 posições em ranking de organização especializada em educação

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) é a 35ª melhor universidade da América Latina. A Uerj subiu vinte posições em relação ao primeiro ranking divulgado em 2011. O ranking feito pela Quacquarelli Symonds (QS), uma organização internacional especializada em Educação, investiga a reputação acadêmica, artigos publicados, número de docentes com doutorado, entre outros itens, para montar sua classificação.
O reitor da universidade, Ricardo Vieiralves, mostrou-se satisfeito com o rendimento da Uerj na recente medição. Principalmente após a instituição ter recebido críticas externas por conta da adoção, há dez anos, do sistema de cotas para negros e descendentes.
"Subimos em todos os rankings quando diziam que iríamos decair devido à adoção do sistema de cotas. Mostramos que, ao contrário da expectativas pessimistas, somos vitoriosos noprocesso educacional de restauração da igualdade. Fico contente e orgulhoso com a Universidade, mas almejamos mais. Em três anos, pretendemos nos classificar entre as cinco primeiras instituições do Brasil e disputar o primeiro lugar no Estado", disse o reitor da Uerj Ricardo Vieiralves. Quatro universidades brasileiras estão entre as dez melhores
O ranking da QS traz em primeiro lugar a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade de Campinas (Unicamp) ocupa o terceiro posto, enquanto a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) está em oitavo e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em décimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário