quinta-feira, 18 de abril de 2013

Site reúne oportunidades para bolsistas do Ciência sem Fronteiras


Site reúne oportunidades para bolsistas do Ciência sem Fronteiras.


Está disponível deste quarta-feira (17) o Portal Estágios e Empregos, que disponibiliza ofertas no mercado de trabalho para estudantes bolsistas e ex-bolsistas do Programa Ciência sem Fronteiras. O objetivo do portal é auxiliar na aproximação do meio empresarial com o ambiente de pesquisa e desenvolvimento e com a própria comunidade cientifica e tecnológica. Além disso, a intenção é que os estudantes trabalhem na área em que estudam e que atuem em pesquisa e inovação.

No site estão disponíveis 53 vagas em 20 empresas parceiras. O cadastro dos interessados é feito por meio de formulário disponível na página. As empresas fazem as ofertas de vagas e indicam as áreas de interesse. O mesmo é feito pelos estudantes, que especificam os setores em que gostariam de atuar. O portal ajuda a promover o encontro: disponibiliza para as empresas estudantes que possam se interessar e aos estudantes, vagas a que possam se candidatar.
Além do portal, foi apresentado a ferramenta Portal de Acompanhamento do Ciência sem Fronteiras, que será disponibilizada no mesmo endereço, segundo informou a assessoria de imprensa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) . Nele serão divulgadas as principais informações sobre as bolsas já implementadas pelo CNPq e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Pela ferramenta será possível consultar o número de bolsas disponibilizadas, o gênero dos estudantes contemplados, o país que escolheram para a formação, além de combinar dados por localidade, por instituição e consultar outros recursos disponíveis.
— No portal são disponibilizadas todas as informações do Ciência sem Fronteiras. Isso vai estimular as empresas a investir em pesquisa e desenvolvimento e a contratar esses talentos, que são os melhores estudantes que nós temos — diz o ministro da Educação Aloizio Mercadante.
O foco do programa são as ciências exatas: matemática, química e biologia; as engenharias; áreas tecnológicas e da saúde.
— Essas áreas vão permitir ao Brasil dar um salto histórico em termos de desenvolvimento e termos uma indústria mais preparada e competitiva.

Parceria com a França

Outra novidade anunciada nesta quarta-feira foi a parceria entre Brasil e França, que permitirá a participação de estudantes brasileiros em cursos de doutorado pleno na França, pelo período de até 36 meses, em laboratórios e empresas, segundo a regulamentação francesa.
Neste caso, as bolsas serão destinadas a candidatos de nacionalidade brasileira, com desempenho e potencial acadêmicos comprovados. Os candidatos devem ter diploma de mestrado adquirido há menos de três anos da data de submissão da proposta, nas áreas de pesquisa definidas pelo programa.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/site-reune-oportunidades-para-bolsistas-do-ciencia-sem-fronteiras-8142917#ixzz2Qqxw2SXe
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário