segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Químico se aproxima do toque de Midas

Pesquisador da Universidade de Princeton consegue fazer o ferro se comportar como platina, realizando o sonho dos antigos alquimistas

Getty Images
Pepita de platina: químico conseguiu fazer com que ferro se
comporte como o elemento, catalisando reações
importantes para a indústria
Num laboratório do elegante prédio de química da Universidade Princeton, pesquisadores empregam uma caçada moderna a uma força fugidia: a alquimia.
Ao longo dos séculos, alquimistas tentaram em vão transformar metais comuns, como ferro e chumbo, em metais preciosos como ouro e platina. Hoje, Paul Chirik, professor de química em Princeton, obteve uma nova conquista nessa antiga busca.

Chirik, de 39 anos, descobriu como fazer o ferro funcionar como platina, em reações químicas essenciais à manufatura de materiais básicos. Embora ele não possa (infelizmente) transformar um pedaço de minério de ferro numa pilha de joias valiosas, sua versão da alquimia é muito mais prática – e as implicações são de grande alcance. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário