sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Campus da IFRJ para Resende

Foi acertado entre o prefeito José Rechuan (PP)  ontem (24), durante uma reunião com o reitor do IFRJ (Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Rio de Janeiro), professor Fernando Gusmão, que Resende ganhe um Campus Avançado do IFRJ. O Campus vai atender as 15 cidades que formam o projeto Cercanias, um programa lançado pela prefeitura de Resende para promover ações para o desenvolvimento integrado dos municípios limítrofes dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais

Houve uma reunião mostrando dados que apontam o crescimento econômico da região, principalmente das cidades de Resende, Porto Real e Itatiaia, "que estão recebendo inúmeras empresas e vão abrir centenas de novos postos de trabalho".  O prefeito frisou a importância da qualificação da mão de obra da região visando ocupar os novos postos de trabalho criados por meio da expansão econômica regional.

A previsão é que no ano de 2020, somente a Nissan, que confirmou recentemente sua instalação no município de Resende, terá em torno de 20 mil funcionários e estima-se que o crescimento populacional da cidade de Resende gire em torno de 50 %, devido ao elevado número de pessoas que virão de fora para trabalhar aqui. Investir nos nossos jovens, dando a eles a capacitação necessária para ocupar essas vagas de trabalho, é também uma medida extremamente necessária - explicou o prefeito

Gusmão agradeceu a Rechuan pelo convite para participar da reunião de ontem em Resende, explicou que o instituto alcança todos os níveis de ensino, desde a formação inicial profissional até a pós-graduação e que entende a necessidade da instalação de uma unidade na região.

- Nosso papel é atender a demanda dos municípios em desenvolvimento e entendemos a necessidade da instalação de um campus avançado do IFRJ nesta região - declarou.
Ficou acertado entre os prefeitos e os representantes do instituto que será instalado um Campus Avançado do Instituto na região mediante a cessão de um terreno ou prédio por parte da prefeitura da cidade que receber a unidade. O município para sediar o estabelecimento ainda será definido.


A necessidade do IFRJ é de um terreno com uma média de 30 metros quadrados, localizado em uma área de fácil acesso, tanto para os estudantes quanto para professores e demais profissionais lotados no estabelecimento. As despesas com reforma ou construção do prédio, pagamento do corpo docente e mobiliário ficarão a cargo do Ministério da Educação.

Participaram também do encontro no River Park a presidente da Fundação Confiar (Conselho Fundacional para a Infância e Adolescência de Resende), Maria Virgínia Mello Soares; os diretores do Campus da IFRJ de Volta Redonda, Alexandre Mendes (geral), Francisco Esteves (administrativo) e José Arthur (ensino), que estavam acompanhados pelo médico do Campus do instituto, Paulo Pontes; e a secretária Municipal de Educação, professora Soraia Balieiro.
Também compareceram os prefeitos Jorge Serfiotis (Porto Real) e Luís Carlos Ipê (Itatiaia); o presidente da Câmara Municipal de Resende, vereador Kiko Besouchet (PP); e a coordenadora de Orientação Educacional do Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação de Quatis, Simone Silva Lima, representante do prefeito daquela cidade, José Laerte (PMDB).

Saiba mais sobre o IFRJ em: http://www.ifrj.edu.br/


Fonte:
  http://diariodovale.uol.com.br/noticias/2,49407,Rechuan-consegue-campus-do-IFRJ-para-Resende.html#ixzz1eic1a4FT

Nenhum comentário:

Postar um comentário